Pages

segunda-feira, 9 de março de 2015

Coluna: Entrevista (com Leticia Magalhães)

Ola galera que acompanha o Blog dos Contos ! A entrevista de hoje é com Letícia Magalhães, escritora independente. Ela falará m pouco de sua vida para nós e sobre seus livros. Vamos conferir ne.


BDC: Poderia se apresentar para nossos leitores, por favor Letícia.
Letícia Magalhães: Vamos lá. Sou mineira, 21 anos, estudante de pós-graduação, escritora e leitora voraz. Publiquei dois livros de maneira independente, um sobre cinema e o outro reunindo as melhores produções de minha juventude.

BDC: Pode falar-nos um pouco sobre cada um.
Letícia Magalhães: Juntei muito do que escrevi nesta primeira fase e, depois de pensar bastante sobre como transformar isso em livro, publiquei "Escritos de Garota - Contos, Crônicas e Poemas dos 7 aos 17". Depois selecionei alguns textos do meu blog sobre cinema, artigos publicados em outros sites de entretenimento e críticas inéditas, e assim surgiu " Crítica Retrô - Apontamentos de uma jovem cinéfila"


BDC: Lembra quando foi seu primeiro contato com a literatura ?
Letícia Magalhães: Bem, sempre gostei de ler e gostava de me imaginar como parte da ação dos livros e também de programas de televisão.

BDC: Uma jovem escritora, o que destacaria neste seu livro?
Letícia Magalhães: No primeiro livro foi interessante ver as mudanças na minha própria escrita ao longo dos anos. Eu tenho vontade de contar histórias, e provavelmente continuarei escrevendo até essa vontade de acabar (se acabar). Escrever sempre foi meu jeito de me expressar, podia não dizer o que sentia ou pensava, mas sabia e sei transmitir isso para o papel. E deve ter também alguma coisa inconsciente, uma vontade de ser ouvida por muitas pessoas, uma necessidade de ser reconhecida, ou até a busca de fazer algo que dure mais que minha vida. 

BDC: Ótimo inicio com esta ideia. Ha projeção de algum novo livro ?
Letícia Magalhães:em março lançarei meu primeiro romance.

BDC: Após a fase de pré e adolescentes, oque lhe fez se dedicar a literatura fora suas experiencias com seus dois livros ?


BDC: Se compararmos HP e Crepúsculo com A Culpa e das Estrelas e 50 Tons de Cinzas, veremos que os públicos alcançados foram muitos diferentes. Assim como Divergente, O Diario de Um Banana que eram livros que tem muitos mais entusiasmo e ate uma escrita mais focada que te prende fortemente.Isso é algo que afeta indiretamente e diretamente os dois lados da moeda. Qual visão tem sobre a literatura atual ?

Letícia Magalhães: A literatura é rica em todas as épocas, e considero que há algumas pérolas por aí hoje também. Às vezes fico frustrada com o sucesso de obras que parecem não merecer tanta atenção, mas isso é algo que provavelmente sempre aconteceu. Mas há sempre boas oportunidades e bons livros sendo publicados. Mas às vezes é essa histeria coletiva dos fãs que me incomoda. É a modinha e o fato de muitos não quererem ler nada que sai dessa linha ou mesmo escritores que tentam seguir essas modinhas para fazer sucesso, quando na verdade não se identificam com o gênero e o estilo da narrativa.

BDC: Letícia, fale um pouco sobre seu ultimo livro. Conte-nos sobre ele.
Letícia Magalhães: O novo livro, "Anos de Chumbo", é um romance cuja ação se desenvolve durante a ditadura militar no Brasil. Apesar do título bem genérico, ele aborda o cotidiano e a maneira como as vidas e os costumes dos jovens mudaram durante a ditadura. Proximo a publicação 

BDC: Pra finalizar nossa entrevista Letícia, deixe-nos uma frase .
Letícia Magalhães: "Uma hora gasta lendo é uma hora roubada do paraíso" - Thomas Wharton

BDC: Deixarei como indicação e quando lançar avise-nos para conferirmos. Bem Letícia, obrigado pelo seu tempo e pela entrevista.
Letícia Magalhães: Eu que agradeço pela oportunidade. Obrigado e ate mais.

Um comentário:

Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo