Pages

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Os Quatro Navegadores (Continuação III)

Shara quebrando o silencio disse: - É estou feliz por ter alguém que me ame e me queira de verdade, mesmo porque até hoje somente amei e nunca fui amada. Ela com essas palavras se referia a Domingues, filho do rico espanhol, o qual ela se entregou por inteiro e tornou-se ele o primeiro e até então o único homem de sua vida. Todos nos há escutávamos petrificados e porque não dizer admirados, como o poder de uma mulher de uma beleza tão rara, ser espezinhada, maltratada e rejeitada por um homem. Falo assim, pois segundo uma pessoa que se fez meu amigo, no restaurante um dia, após nos servir e quando Shara se afastou, comentou: - Como sofre esta moça apesar de ser bela! Então lhe perguntei: - Por quê? E ele simplesmente disse-me: - Ela tem um caso com Domingues e o mesmo traí com outras mulheres. Antes de acabar a sua fala disse emocionado:
- Soube através de uma pessoa amiga, cuja qual apesar de tudo poderia chamá-la de cunhada. Que Domingues foi assassinado por um de seu amigo, após descobrir que a esposa o traia com ele. Logo depois Shara pediu licença e quando voltou fomos servidos por ela com vinho especial, Geovani ainda emocionado disse a ela que daria oito dias para pensar e que na semana seguinte todos nos estaríamos ali para saber a resposta.

Oito dias para Geovani durou uma eternidade, mas chegou o dia. Chegamos em Camboriu fomos direto para casa de Shara, que nos esperava sorridente e calma e nos perguntou se tínhamos gostado do vinho que fora servido na semana passada ou se preferíamos cerveja ou uísque? Chico e Jhony preferiram uísque. Geovani e eu preferimos vinho, após alguns goles da saborosa bebida, eu tomei a dianteira, pois sabia que meu amigo não tinha condições de fazer a pergunta que poderia muda sua vida. E falei: -Shara não precisamos dizer porque eu e meus amigos estamos aqui e em especial Geovani. Ela sorridente disse sim eu sei, já resolvi que eu vou aceitar o amor de Geovani, nisso ele deu um salto e abraçou e a beijou dizendo: - Vamos nos casar o mais depressa possível. E Shara falou: - Tu não deixaste que eu terminasse a frase! Sim eu irei aceitar o teu amor, mas vamos nos estudar primeiro se realmente der certo, então casaremos, está bem? E Geovani um tanto sem jeito e ainda emocionado pedia-lhe desculpas e disse que aceitava. E Jhony então disse a Geovani e amigos esse acontecimento merece uma festa como sabem hoje é sábado.

Saímos da casa de shara acompanhados por ela e fomos festejar numa lanchonete. Eu nunca tinha em toda minha vida visto Geovani tão satisfeito e feliz, fazendo planos para o futuro e Shara também estava feliz pensando na nova vida que iria levar. Trabalhar sim, se fosse obrigada trabalharia coisa que fez desde a sua adolescência, pois co morte de seu pai e sua generosa mãe e se viu obrigada a trabalhar com seu tio, isto é, naquele restaurante onde a conhecemos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo