Pages

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Resenha: Café Forte

Livro: Café Forte
Autor: Eliane Quintella
Ano da publicação: 2013
Páginas: 229
Editora: Independente

Sinopse: Miguel vê sua namorada aterrorizada por um demônio. Ele não acredita, acha que há alguém por trás de tudo e resolve descobrir quem é. Nessa jornada, o ceticismo de Miguel é colocado à prova e ele descobre muito mais do que podia imaginar. Um suspense fantástico que vai deixar o leitor faminto por cada dia um pouco mais de história!
Olá pessoal, desculpem o atraso, eu estou envolvida com atividades acadêmicas, então não pude postar antes. mas espero que gostem deste livro incrível.
Primeiramente, quando eu li a sinopse de Café forte não imaginei que o café seria tão forte assim, eu simplesmente viciei na história, no início eu imaginei uma coisa, no meio do livro eu já estava roendo as unhas, então precisei de um café para acompanhar o suspense.
O livro conta a história de Miguel, um médico ortopedista com especialidade em atletas. Muito bonito e romântico, é um homem inteligente e cético, só acredita no que é comprovado cientificamente, porém no decorrer do livro seu conceito vai alterando-se.
Apaixonado por sua Dora, Miguel fica apavorado quando sua amada começa a sofrer ataques, e pessoas começam a morrer. Dora que é angelical e reservada, têm corpo de modelo e rosto de anjo. É gerente da Tyfani e mora em um belo apartamento.

"(...)  as pessoas quando perdem algo precioso de forma violenta, seja a inocência, seja alguém querido ou até alguma coisa de valor sentem vontade de fazer mal a quem causou a violência."

Página 12

Não vendo outra saída, Miguel entra em contato com uma querida amiga de faculdade, Lara uma psiquiatra, que expressa suas opiniões e sempre gostou de um bom debate. Ela aceita o pedido de Miguel, para ajudar a anjinha Dora. Nesse momento da trama que surgem diversas questões, Quem está atacando Dora? Dora tem psicose? É o antigo namorado de Dora que a ataca ou realmente existe um demônio maltratando-a? Qual a ligação entre as mortes que aconteceram? Tudo isso e com direito ao ilustre detetive particular Geraldo Roberto com sua maneira cortês e honesta.
São muitos questionamentos que eu não posso revelar aqui, vocês só vão descobrir lendo o livro. 

"É estranho. Talvez ela fosse daquelas pessoas que guardam tudo dentro de si e lutam para aparentar uma calma que na verdade não possuem. Talvez ela conseguisse armazenar tudo em alguma gaveta no cérebro para pensar depois."

Página 62-63


Eu devo dizer que esse livro me surpreendeu, tanto pela escrita quando pela singularidade de cada personagem, a delicadeza e profundidade deles. Confesso que no começo estava muito romântico e eu estranhei, porém depois com o desenrolar da trama a história se transforma e eu realmente senti como ódio, vingança, amor, traição, passado, podem reger as ações de uma pessoa, regados é claro, a uma boa dose de café bem forte.
Espero que tenham gostado da resenha, se vocês leram me digam o que acharam do livro nos comentários.

Abraços

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo