Pages

quinta-feira, 25 de julho de 2013

A Lenda de Pegasus

O pégaso é um cavalo alado, símbolo da imaginação e imortalidade. Sua lenda surgiu da mitologia grega. Seu nome vem do latim PEGASUS que significa cavalo voador. Acredita-se que o relato da bíblia Apocalipse 19:11 esteja falando da constelação de Pégaso. Na mitologia grega, Pégaso era um cavalo com asas, filho de Poseidon, deus dos oceanos, e de Medusa, uma das terríveis górgonas (monstros com asas de ouro, cabelos de serpentes e dentes de javali).
Diz a lenda que o cavalo saiu do corpo de Medusa quando a monstra foi decapitada pelo herói Perseu.


Pégaso está ligado às tempestades, à água, e é ele quem traz o trovão e os raios. É também o símbolo da criatividade do espírito, dos poetas e da imaginação.

O herói Belerofonte capturou o cavalo enquanto ele bebia água de um poço. Para isso, usou um bridão de ouro, presente da deusa Atena (a capital da Grécia se chama Atenas em homenagem a essa deusa!).
Foi montado em Pégaso que Belerofonte conseguiu matar o horrível monstro Quimera. Mas, quando o herói tentou montar o cavalo de novo, ele corcoveou, atirou Belerofonte longe e subiu para os céus, onde virou uma constelação.

Pégaso é filho de Medusa e Posêidon (deus do mar). Quando Perseu decapitou Medusa, seu corpo caiu ao mar. Seu sangue misturado com a espuma do mar fez nascer um cavalo alado (Pégaso). Domesticado por Atena foi montado pelo guerreiro Belerofonte para combater Quimera. Quando Belerofonte tentou se juntar aos Deuses, Zeus fez com que Pégaso provocasse a queda o guerreiro, que morreu. Depois Pégaso se juntou aos Deuses, se transformando em constelação e ficando a serviço de Zeus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo