Pages

sábado, 20 de julho de 2013

Anubis, O Deus do Submundo Egipcio

Anúbis é uma divindade egípcia das mais conhecidas, cuja adoração é muito antiga. Seu culto, sem dúvida, era extenso no antigo Egito. Provavelmente até mais antigo do que o culto a Osíris. O culto a Anúbis era mais centrado na região de Cynopolis, na parte norte do Egito. Foi, antes, o Deus dos Mortos (ou do Submundo) vindo a assumir, depois, a guarda dos portais do além e dos túmulos, sendo o guia das almas no além-vida.


Sua representação é basicamente conhecida como a cabeça de um chacal em um corpo humano. Este animal foi identificado com Anúbis devido ao fato dos chacais caçarem nos desertos, perto das necrópoles e cemitérios através do Egito.

Sua filiação pode se perder e ser confusa nas numerosas versões da mitologia egípcia. Anúbis aparece como filho de Nephthys e Rá, Nephthys e Seth ou Nephthys e Osíris. Em versões mais remotas, ele tem a Deusa Heset como mãe e, em outras ainda, sendo filho de Bastet.
Mas de acordo com a Lenda de Osíris, uma das mais tradicionais lendas do Egito, pode-se descartar a paternidade de Osíris, pois este passou a considerar Anúbis como seu filho, após Anúbis ceder sua posição de Deus do Submundo para Osíris.

Dentre seus outros deveres, Anúbis administra o processo de mumificação nas cerimônias, para assegurar que tudo corra de maneira apropriada e correta. Ele carrega o Ankh, símbolo egípcio da vida, ou a chave dos portais do além. Conduz as almas pelo Submundo, testando seu conhecimento e fidelidade aos Deuses. E então, perante Osíris, participa do Julgamento do Coração, onde a alma ganha o direito de passar e viver novamente no além-vida ou ter seu coração devorado pelo demônio Ammut, o devorador, sofrendo uma segunda morte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo